Escolas de Música e Cidadania

Imagine uma rede de escolas de música no interior de comunidades pobres, nas quais centenas de crianças e jovens aprendem a tocar instrumentos musicais, gratuitamente, e podem levá-los para casa para seguir estudando. Imagine que eles também aprendem teoria musical, a como ler uma partitura, e que participam, ainda, de aulas de cidadania, onde brincam, jogam, criam e refletem sobre temas da vida em sociedade, direitos e deveres, de forma lúdica e divertida. Imagine que os seus alunos mais talentosos formam uma orquestra, que toca, canta e encanta as plateias por onde quer que se apresente. Imaginou? Nós também. Mas passamos da imaginação à realização.

Idealizado pela Agência do Bem, organização social sem fins lucrativos, o projeto Escola de Música e Cidadania teve seu início em Agosto de 2006 na comunidade Beira Rio, bairro de Vargem Grande, na cidade do Rio de Janeiro. Na época, após receber uma doação de apenas quatro mil reais, a Agência do Bem comprou 10 violinos, contratou um professor e iniciou as aulas gratuitas para um grupo de 20 crianças e jovens da vizinhança. Nos anos que se seguiram, pouco a pouco, o projeto foi se fortalecendo: conseguiu mais doações, criou novas turmas, ampliou a variedade de instrumentos e abriu polos de ensino nas comunidades de Vargem Pequena e Cidade de Deus.

Em novo passo, ainda mais ousado, a partir de 2014 a Agência do Bem deu início à estruturação da Rede Música e Cidadania, disseminando a sua metodologia e apoiando o trabalho de outras instituições que também utilizam a música como ferramenta para o desenvolvimento social, alcançando 12 comunidades atendidas e mais de 2.000 alunos beneficiados.

Nas Escolas de Música e Cidadania todos os dias centenas de crianças e jovens aprendem, entre bons amigos, belas melodias e acordes diversos, a sonhar com um futuro melhor.

Formulário de Aplicação do Projeto