Notícias

6 de janeiro de 2020

Recitais encerram mais um ano de atividades com alerta sobre meio ambiente

Aproximadamente 1.500 alunos, divididos por nove modalidades de estudo, em 18 polos distribuídos entre seis estados, assim foi o quadro geral dos recitais das Escolas de Música e Cidadania. Além das apresentações musicais, as aulas de cidadania trouxeram para o palco os resultados dos debates e reflexões sobre o meio ambiente. Ao longo do semestre, o tema central teve como base a conservação dos recursos naturais, permeando as canções e intervenções artísticas realizadas pelos alunos, refletindo um período crítico onde a dimensão das queimadas, desmatamento e danos ao meio marítimo atingiram patamares históricos, para além das instabilidades que cercaram essa área em outros diversos níveis.

Mas também houve o desenvolvimento dos temas transversais. Nos polos da Cidade de Deus e Vargem Grande, os alunos montaram e encenaram seus próprios esquetes teatrais sobre questões como bullying, segurança pública e assédio em suas diferentes formas, aproximando ainda mais essa realidade da sala de aula por sua influência direta no cotidiano, principalmente num ano de polarização em todas as esferas. Tudo isso aliado a um trabalho focal realizado nos últimos meses junto aos responsáveis e próprios alunos, no intuito de aproximar e saber como o projeto pode contribuir cada vez mais para a formação cidadã dos jovens. Em fevereiro as aulas recomeçam para mais um ano de muita música e desenvolvimento, despertando novos talentos e protagonistas na sociedade.